Cursos Preparatórios

Preparatório para Certificação em Crédito Rural

Compartilhe o conteúdo desta página:

Objetivo

Apresentar os conhecimentos essenciais para a realização do exame de certificação profissional em crédito rural e operações agronegócio do BNDES, nos moldes propostos pela FEBRABAN (CERT. FBB440).

Objetivos específicos:
- Qualificar os profissionais que atuam em crédito rural e operações agronegócio do BNDES.
- Apesentar espectro de oportunidades de negócios e serviços financeiros que o setor agro propicia às instituições de crédito, de prestação de serviços e segurador.
- Operar de forma mais eficiente e customizada na gestão de riscos de crédito e socioambientais utilizando-se de técnicas modernas como imagens de satélite.
- Inter-relação entre as cadeias produtivas agrícolas e os agentes que atuam no Sistema Nacional de Crédito Rural.


Dados do Exame:
Modalidade: online.
Tipo: múltipla escolha.
Duração máxima: 1h30 (uma hora e trinta minutos).
Número de questões: 30 (trinta).
Taxa de aprovação: igual ou maior que 70%.
Validade do certificado: 4 anos.
Resultado: imediato, logo após a finalização da prova.
Certificado: todos os candidatos aprovados terão direito a um registro eletrônico disponibilizado no site de Certificação FEBRABAN na conclusão da prova.

Programa

1

LEGISLAÇÃO

Lei 4.829, de 5 de novembro de 1.965.
Lei 8.171, de 17 de janeiro de 1.991.
Decreto 58.380, 10 de maio de 1.966.
Decreto-Lei 167, 14 de fevereiro de 1.967.

2

MANUAL DE CRÉDITO RURAL - MCR

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Introdução.
Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR).
Autorização para Operar em Crédito Rural e Estrutura Operativa.
Beneficiários.
Assistência Técnica.

3

CONDIÇÕES BÁSICAS

Disposições Gerais.
Orçamento, Plano e Projeto.
Garantias.
Despesas.
Utilização.
Reembolso.
Fiscalização.
Fiscalização por sensoriamento remoto.

4

OPERAÇÕES

Formalização.
Créditos de Custeio.
Créditos de Investimento.
Créditos de Comercialização.
Contabilização e Controle.
Contabilização e Controle.
Normas Transitórias.
Créditos de Industrialização.

5

FINALIDADES ESPECIAIS

Financiamento para Garantia de Preços ao Produtor (FGPP).
Produção de Sementes e Mudas.
Atividade Pesqueira e Aquícola.
Prestação de Serviços Mecanizados.
Financiamento para Proteção de Preços em Operações no Mercado Futuro e de Opções.
Normas Transitórias.
Linhas de Crédito Transitórias.

6

CRÉDITOS A COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

Disposições Gerais.
Atendimento a Cooperados.
Integralização de Cotas-Partes.
Taxa de Retenção.
Industrialização.

7

Comercialização: DR, NPR, FGPP e FAC

8

RECURSOS

Disposições Gerais.
Obrigatórios.
Livres.
Poupança Rural.
Recolhimento por Deficiências de Aplicações e Transferência à Instituição Financeira.
Depósitos Interfinanceiros Vinculados ao Crédito Rural.
Letra de Crédito do Agronegócio (LCA).
Cálculo e Cobrança de Custo Financeiro por Deficiência no Cumprimento das Exigibilidades.

9

INSTRUMENTOS ESPECIAIS DE POLÍTICA AGRÍCOLA

Contratos de Opção de Compra e Venda Como Instrumento de Política Agrícola.

10

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO MÉDIO PRODUTOR RURAL (PRONAMP)

Pronamp.
Normas Transitórias.

11

FUNDO DE DEFESA DA ECONOMIA CAFEEIRA (FUNCAFÉ)

Disposições Gerais.
Custeio.
Estocagem.
Financiamento para Aquisição de Café (FAC).
Financiamento de Contratos de Opções e de Mercados Futuros.
Financiamento de Capital de Giro para Indústrias de Café Solúvel e de Torrefação de Café.
Financiamento para Recuperação de Cafezais Danificados.
Direcionamento de Recursos.
Linhas Transitórias.

12

PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR (PRONAF)

Disposições Gerais.
Beneficiários.
Finalidade dos Créditos.
Créditos de Custeio.
Créditos de Investimento (Pronaf Mais Alimentos).
Crédito de Investimento para Agregação de Renda (Pronaf Agroindústria).
Crédito de Investimento para Sistemas Agroflorestais (Pronaf Floresta).
Crédito de Investimento para Convivência com o Semiárido (Pronaf Semiárido).
Crédito de Investimento para Mulheres (Pronaf Mulher).
Crédito de Investimento para Jovens (Pronaf Jovem).
Crédito de Industrialização para Agroindústria Familiar (Pronaf Industrialização de Agroindústria Familiar).
Crédito para Integralização de Cotas-Partes por Beneficiários do Pronaf Cooperativados (Pronaf Cotas-Partes).
Microcrédito Produtivo Rural (Grupo “B”).
Crédito de Investimento para Agroecologia (Pronaf Agroecologia).
Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar (PGPAF).
Crédito para Investimento em Energia Renovável e Sustentabilidade Ambiental (Pronaf Eco).
Créditos para os Beneficiários do PNCF e do PNRA.
Normas Transitórias.
Linhas de Crédito Transitórias.
Crédito Produtivo Orientado de Investimento (Pronaf Produtivo Orientado).

13

PROGRAMAS COM RECURSOS DO BNDES

Disposições Gerais.
Programa de Capitalização das Cooperativas de Produção Agropecuária (Procap-Agro).
Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido (Moderinfra).
Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro).
Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota).
Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária (Prodecoop).
Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC).
Financiamentos Passíveis de Subvenção Econômica pela União.
Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro).
Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA).
Programa de Apoio à Renovação e Implantação de Novos Canaviais.

14

Documentos

SICOR Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro.
Demonstrativo das Exigibilidades e das Aplicações de Crédito Rural - ANEXO I.
Demonstrativo das Exigibilidades e das Aplicações de Crédito Rural - ANEXO II.
Demonstrativo das Exigibilidades e das Aplicações de Crédito Rural - ANEXO III.
Demonstrativo das Exigibilidades e das Aplicações de Crédito Rural - ANEXO IV.

15

Normativos não codificados em vigor do Crédito Rural

Metodologia

Explicações detalhadas, amparadas nas legislações e normas operacionais, que serão distribuídas aos participantes, com apoio em PowerPoint, e discussão de casos reais.

Competências Desenvolvidas

Conhecer e entender as composições das linhas de crédito e seu acesso.
Ampliar e aprimorar conhecimentos sobre gestão de riscos de crédito e socioambientais.
Habilidade de identificar oportunidades de negócios.

Pré-requisitos

Atuar na área ou ter formação acadêmica em agronomia, técnico agrícola, veterinária, administração ou economia.

Docente

Ademiro Vian

Professor da Fundação Getúlio Vargas e ex-diretor-adjunto da Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN. É formado em Administração de Empresas com pós-graduação em Finanças, com extensa atuação na área de crédito desenvolvida em instituições privadas, em especial no agronegócio. Participou de projetos importantes que resultaram na criação de mecanismos para o financiamento agrícola, tais como a idealização dos Certificados de Direito Creditórios do Agronegócio – CDCA, das Letras de Crédito do Agronegócio – LCA e dos Certificados de Recebíveis do Agronegócio – CRA. Foi gestor da carteira de Crédito Rural do Banco Mercantil de São Paulo e administrador do Serviço Social da Indústria - SESI. Na FEBRABAN, respondeu pelas áreas de produtos financeiros, crédito, tributação e contabilidade. É autor dos livros Securitização de Recebíveis e Novos Instrumentos de Financiamento do Agronegócio, e co-autor de diversos outros livros editados pela FEBRABAN, como Matriz de Riscos, Controles Internos e Compliance, além de diversos artigos técnicos divulgados pela imprensa. Atualmente também ministra os cursos de Crédito Rural e Agronegócio da FEBRABAN, e de Negócios Bancários da FAAP. Foi membro do Conselho de Administração do FIPECAFI – Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis Atuarias e Financeiras e do Conselho Fiscal do Sebrae/SP. Foi representante da FEBRABAN em diversas câmaras técnicas do Mapa. É membro do Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio – IBDAGRO.

Tem interesse no curso?

POR DETERMINAÇÃO DA LEI 12.741/2012, INFORMAMOS O PERCENTUAL APROXIMADO DOS TRIBUTOS INCIDENTES: 12,6% SENDO:
ISS .............. MUNICIPAL......5%
COFINS ......... FEDERAL......7,6%

Turmas em aberto

Inicio: 21/08 a 23/08/18

DOMORE - Av. Paulista, 807 - 18º andar - Conj 1881 - Bela Vista - SÃO PAULO, SP - SÃO PAULO, SP

Carga Horária
24h
Horário
09h às 18h
Em Até 12X R$ 120,83 s/ juros
para associados
Total R$1.450,00
Em Até 12X R$ 143,33 s/ juros
para não associados
Total R$1.720,00

Receber aviso de nova turma

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1485 - Torre Norte - 12º andar - Pinheiros - São Paulo, SP

Infi · Instituto FEBRABAN de Educação · Copyright © 2013 · Todos os direitos reservados

Versão 1.20

11 3186.6962
11 4878.6964

formas de pagamento

Formas de pagamento aceitas pelo Infi
SSL