Summits

Summit Open Banking e os Ecossistemas Digitais

Compartilhe o conteúdo desta página:

Objetivo

Sabemos que a evolução da tecnologia tem sido pauta das mais diversas discussões nas instituições, pois está cada vez mais acessível para empresas e consumidores. Além disso, o impacto do sucesso dos negócios disruptivos têm provocado imensas transformações no ambiente de negócios, na sociedade e nos ecossistemas digitais como o Open Banking.

Em setembro de 2015, o Grupo de Trabalho de Open Banking (OBWG) foi criado a pedido da HM Treasury, departamento do Governo do Reino Unido responsável pelo desenvolvimento das finanças públicas e da política econômica do país, com o objetivo de proporcionar o compartilhamento de dados que os bancos historicamente realizaram para melhorar a experiência bancária das pessoas. Quando compartilhado ou publicado de forma segura usando APIs abertas, os dados podem ser usados a fim de melhorar a eficiência e estimular a inovação. Este cenário tem gerado grandes expectativas para o setor bancário brasileiro, pois pressupõem uma nova etapa na transformação digital das instituições.

Percebe-se que a velocidade das informações e das respostas que os consumidores esperam das marcas com quem interagem mudou consideravelmente nos últimos anos, aquecendo a economia digital. Além disso, bancos e empresas estão acompanhando os avanços tecnológico, vislumbrando novas oportunidades e é de grande importância estar preparadas para enfrentar esses desafios.

Como acompanhar essa nova tendência?
Quais são as implicações para o cenário brasileiro?

Programa

1

Recepção e credenciamento

Das 8h às 8h40.

2

Abertura

Das 8h40 às 8h50 - Com: Sr. Leandro Vilain (Diretor de Política, Negócios e Operações da FEBRABAN).

3

Palestra Magna: Overview do cenário internacional, Caso UE

Das 8h50 às 09h50.

• Iniciativas e diretiva Europeia.
• PSD2.
• Fintechs.
• O que está sendo feito?
• Quais são as melhores práticas.
• Caso Internacional.
• Caso brasileiro: o que está vindo?

4

Coffee break

Das 09h50 às 10h15.

5

Case internacional

Das 10h15 às 11h05.

• Quais são as melhores práticas.
• Caminhos percorridos.
• Caso Internacional.

6

Jornada do Cliente

Das 11h05 às 12h35.

• Casos práticos
• Como está sendo feita a jornada
• Qual é o processo
• Benefícios do cliente

7

Almoço

Das 12h35 às 14h.

8

Mesa de Discussão | Responsabilidade dos bancos X intermediadores das API’s?

Das 14h às 15h30.

• Quais são os desafios para o setor?
• Estágio atual.
• Quais são as preocupações?
• Visão de Futuro.
• Desafios: ponto de vista jurídico.
• Próximos passos.

9

Palestra: Pontos de Atenção na Visão do Regulador

Das 15h30 às 16h40.

• O que esperar deste novo cenário para as instituições no Brasil?
• Quais serão os próximos passos.

10

Coffee break de encerramento

Das 16h40 às 16h45.

Metodologia

Palestras de profissionais atuantes no mercado e especialistas no assunto.

Público Alvo

Empresas e/ou pessoas das áreas diversas de Tecnologia, Inovação, Produtos Bancários, Operações, Prevenção à Fraude, Meios de Pagamento, Jurídico, Riscos, Negócios, Produtos Pessoa Física e interessados no tema.

POR DETERMINAÇÃO DA LEI 12.741/2012, INFORMAMOS O PERCENTUAL APROXIMADO DOS TRIBUTOS INCIDENTES: 12,6% SENDO:
ISS .............. MUNICIPAL......5%
COFINS ......... FEDERAL......7,6%

Av. Brigadeiro Faria Lima, 1485 - Torre Norte - 12º andar - Pinheiros - São Paulo, SP

Infi · Instituto FEBRABAN de Educação · Copyright © 2013 · Todos os direitos reservados

Versão 1.20

11 3186.6962
11 4878.6964

formas de pagamento

Formas de pagamento aceitas pelo Infi
SSL